Vai viajar para o exterior? Saiba quais cuidados tomar

By in
Vai viajar para o exterior? Saiba quais cuidados tomar

A epidemia do COVID-19 tem colocado em alerta muitos turistas que já estão com viagens marcadas para as próximas semanas. O coronavírus atingiu 46 países e já tem dois casos confirmados no Brasil. Entretanto, antes de cancelar a sua viagem, leia esse artigo e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Segundo o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Adhanom Ghebreyesus, mesmo com o aumento contínuo dos casos da doença, não há evidência de que o vírus esteja se espalhando livremente na comunidade. “Até o momento, a maioria dos casos são ligados a contatos conhecidos ou aglomerados. Há mais de 20 vacinas sendo desenvolvidas no mundo.”

Entretanto, uma análise do coronavírus, em São Paulo por profissionais brasileiros, revelou que o código genético dos dois casos confirmados no Brasil são diferentes. A pesquisa foi financiado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo) e coordenado pela diretora do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP), Ester Sabino.

“Ambos são diferentes das sequências chinesas. Isso sugere que a epidemia está ficando madura na Europa, ou seja, está ocorrendo transmissão interna entre países”, disse Sabino.

Idosos

Idosos com mais de 60 anos e/ ou com doenças respiratórias, cardiovasculares e diabetes têm mais chances de desenvolver a doença causada pelo Coronavírus.  

Vale lembrar que a taxa de mortalidade é de cerca de 1,5% fora do território chinês (3,5% no país que deu origem ao vírus), ou seja a cada nove mil casos do novo coronavírus, de 5 a 40 resultarão em morte. Uma gripe comum pode ser mais fatal COVID-19.

Não entre em pânico por conta dos noticiários ou das conversas nos grupos do WhatsApp. O Portal G1 fez um artigo sobre as fake news em relação ao vírus, vale a pena conferir e ficar informado. Saiba o que é verdade e o que não é!

Itália 

A Latam suspendeu temporariamente os voos entre São Paulo e Milão, na tarde desta segunda-feira (2), as autoridades locais estão fazendo o possível para que o turismo volte ao normal em no máximo duas semanas.

A maioria dos casos não apresentam risco de morte, o que também torna o vírus um desafio histórico a ser contido. De acordo com informações do Ministério da Saúde, até esta terça-feira (03), o Brasil registra 433 casos suspeitos de coronavírus. 

São considerados suspeitos os pacientes que apresentam algum sintoma gripal e febre e que estiveram em algum dos países com transmissão do vírus nos últimos 15 dias. Até o momento, 16 nações estão na lista do Ministério da Saúde.

Lista de países monitorados pelo Ministério da Saúde

  • Alemanha 
  • Austrália 
  • Emirados Árabes Unidos 
  • Filipinas 
  • França 
  • Irã 
  • Itália 
  • Malásia 
  • Camboja 
  • China 
  • Coreia do Norte 
  • Coreia do Sul 
  • Japão 
  • Singapura 
  • Tailândia 
  • Vietnã

Cuidados

Se você vai viajar é normal que queira conhecer os pontos turísticos, mas o OMS pede aos turistas que evitem aglomerações e locais fechados com muita gente – em especial nos países com transmissão ativa.

Vale ressaltar que alguns monumentos podem estar fechados. A Disney em Tóquio, no Japão, está fechada por duas semanas e a China também fechou a Muralha e a Cidade Proibida.

Transporte público

Devido a grande circulação de pessoas, é preciso ter cuidado ao usar os transportes públicos. A recomendação é evitar tocar em barras e catracas dos metrôs e ônibus. O mesmo é indicado com o transporte privado como Uber e táxi. Ao desembarcar faço uso de álcool gel. É importante sempre lavar as mãos antes das refeições ou de tocar o rosto.

Seja cauteloso nos aeroportos e dentro dos aviões. Se estiver gripado, use máscara ou então coloque as mãos sobre o rosto quando for tossir ou espirrar. Não há proibição de viajantes com gripe, mas o Ministério da Saúde recomenda que os doentes fiquem em casa.

Vale lembrar que máscaras ajudam, mas não resolvem o problema. Usar máscaras em pontos turísticos não fará mal, entretanto não garante imunidade total do viajante. É importante limpar e desinfetar os objetos que são tocados com frequência, como celulares, fones de ouvido e outros aparelhos eletrônicos.

Como a situação atual não restringe viagens ao exterior, as companhias aéreas não são obrigadas a cancelar e reembolsar a sua passagem, por conta do coronavírus. O cancelamento da viagem, a pedido do cliente está sujeito às tarifas e regras contratuais.

Cada companhia aérea tem suas regras de cancelamento ou adiamento da viagem, consulte as tarifas e regras com o seu agente de viagens. Seja cauteloso e aproveite a sua viagem sem colocar em risco a sua saúde!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *