Turismo responsável: é seguro viajar pelo Brasil durante a pandemia?

By in
Turismo responsável: é seguro viajar pelo Brasil durante a pandemia?

Após o feriado de independência e aglomerações em diversas cidades,  o brasileiro quer saber se é possível viajar de forma responsável. Embora, nenhum deslocamento seja 100% seguro, saiba que é possível praticar o turismo responsável e ser prudente em meio crise da Covid-19.

Após o quente feriado de 7 de setembro, o litoral brasileiro presenciou grande número de turistas que não respeitaram o distanciamento social, da mesma forma com as medidas de proteção contra a pandemia do coronavírus. 

Tomaram conta das redes sociais fotos dos engarrafamentos de quem queria sair de São Paulo ou de quem queria entrar em Monte Verde, por exemplo. Por outro lado, ao seguir as medidas de restrição é possível ter momentos de lazer sem colocar em risco a saúde dos que ficaram em casa.

Viajar sozinho pode te transformar: veja algumas dicas e sugestões

É seguro viajar agora?

Aeroporto

Mesmo com a reabertura dos aeroportos e passageiros querendo voar, os aeroportos continuam vazios já que as linhas aéreas estão retornando as atividades gradualmente.

Entretanto, o número de voos diários continua reduzido e manter o distanciamento social, bem como fazer uso de máscaras, álcool gel e luvas são indispensáveis e afastam o risco de transmissão da Covid-19.

Vale lembrar da importância de consultar o seu agente de viagem já que a situação durante a pandemia pode mudar de um dia para o outro. Do mesmo modo, nem todos os aeroportos seguem os mesmos protocolos.

Avião

Ao contrário do que muitos pensam, ficar fechado dentro de um avião não é a etapa mais perigosa de uma viagem. Assim, a possibilidade de contágio é menor já que existe renovação de ar das aeronaves com frequência, a cada 3 minutos, de acordo com as companhias aéreas.

Se for viajar de avião, fique atendo as seguintes regras que devem ser seguidas pelas companhias.

  • O uso de máscaras é um grande aliado para evitar a contaminação pelo fluxo de ar entre uma poltrona e outra. 
  • Disponibilidade de álcool em gel
  • Serviço de bordo reduzido
  • Higiene redobrada
  • Controle sanitário antes e durante o embarque
  • Novas regras de embarque e desembarque
  • Check-in: deve ser online.

Hotéis

A pergunta que não quer calar: e os hotéis são seguros em tempos de pandemia? Afinal, o mundo do turismo mudou em 2020 e uma das restrições impostas pelo novo coronavírus é evitar aglomerações. 

Os estabelecimentos em funcionamento devem trabalhar com apenas metade da sua capacidade. Assim, fica mais fácil restringir o contato entre os hóspedes, além de manter áreas demarcadas para atender os requisitos de distanciamento social.

Os hotéis também tiveram que adaptar os padrões de limpezas que já eram exigentes, reforçando as regras de higienização de áreas comuns, principalmente maçanetas de portas, corrimãos e balcões que devem ser limpos a cada uma hora.

Carro

Inegavelmente, o veículo particular é um lugar mais seguro, se considerarmos as viagens em transporte público dividirem o mesmo espaço precisam do deslocamento do viajante para aeroportos ou rodoviárias.

Todavia, só é seguro viajar de carro, mediante algumas medidas de prevenção:

  • Distâncias curtas entre sua cidade e o destino. Inclusive as viagens locais e de carro serão tendência pós-pandemia.
  • Usar o celular e cartão para pagar contas e evitar receber dinheiro de outras mãos.
  • Ter álcool gel no carro
  • Usar máscara ao sair do carro
  • Levar comidas para evitar paradas em restaurantes

Turismo responsável: onde é seguro viajar?

De acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), para que um local seja considerado seguro é preciso levar em consideração três pontos:

  1. Redução significativa de registros de casos de coronavírus;
  2. Sistema local de saúde com capacidade para receber infectados;
  3. Capacidade de monitoramento de casos.

Pensando na retoma turística dos brasileiros, sem comprometer a saúde pública, foi criado um protocolo de medida de segurança, por meio do selo Turismo Responsável. Afinal, os viajantes precisam se sentir mais seguros enquanto viajam.

O que é turismo responsável?

O Ministério do Turismo (MTur) criou o Selo Turismo Responsável que já foi conquistado por mais de 20 mil prestadores de serviços turísticos no Brasil. 

A ideia da criação do selo faz parte do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro,  que visa sobretudo minimizar o impacto causado pela crise do coronavírus e principalmente preparar o país para o retorno gradual das atividades turísticas. 

Para ter acesso ao selo é preciso fazer parte do Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos), do mesmo modo seguir as recomendações sanitárias para o seguimento. Em outras palavras,  quem recebe o Selo está preparado para oferecer aos clientes um serviço seguro e adequado ao setor turístico.

Como esperado, a Agência Viajar Mais está entre as 1.784 empresas mineiras qualificadas pelo Ministério do Turismo. 

Precisa de ajuda para planejar a sua próxima viagem? Entre em contato com o nosso setor especialista e viagens domésticas.

One Comment
  1. Que maravilha, tenho duas viagens marcadas para os próximos meses e essas dicas ajudaram muito.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *