Quer cancelar sua viagem por conta do coronavírus? Saiba como proceder

By in
Quer cancelar sua viagem por conta do coronavírus? Saiba como proceder

Com o aumento de casos de coronavírus em todo o mundo, muitas pessoas com viagens marcadas para os próximos meses estão preocupadas e ligaram o estado de alerta. Com isso, surgiu o desejo de cancelar ou adiar a viagem.

Mas você sabe como proceder? O que as empresas dizem a respeito de viagens canceladas por conta do Covid-19? Não se preocupe, pois vamos tirar todas as suas dúvidas de como ser precavido com a saúde e não perder o investimento feito em uma viagem dos sonhos.

O Covid-19 já se espalhou por mais de 50 países, são mais de 109 mil pessoas infectadas, das quais resultaram em mais de 4 mil mortes. Para acompanhar os casos de coronavírus pelo mundo em tempo real, basta acessar o Mapa criado pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

No Brasil ainda não existe nenhum caso de restrição de viagem ao exterior. Porém, alguns países fecharam suas principais atrações turísticas, como é o caso da Disney em Tóquio, Muralha da China, a sede das Nações Unidas, nos Estados Unidos e o Museu do Louvre, em Paris (que não está funcionando todos os dias).

Por se tratar do segundo país com mais casos de Coronavírus, a Itália entrou essa semana em total isolamento. A medida foi anunciada pelo primeiro-ministro, Giuseppe Conte. Atrás apenas da China que tem mais de 80 mil casos, a Itália já  registrou quase 10 mil infectados e cerca de 500 mortes causadas pelo vírus.

A medida entrou em vigor nesta terça-feira (10) e afeta os mais de 60 milhões de habitantes do país, bem como os turistas estrangeiros que tinham viagem programada para Itália. O Vaticano suspendeu suas atividades, os eventos esportivos foram cancelados, escola, universidades, cinemas e teatros estão fechados até 3 de abril.

Lista dos 10 países mais afetados pelo Coronavírus 

  • China: 80.756 
  • Itália: 9172
  • Coreia do Sul: 7513
  • Iran; 8042
  • França: 1412
  • Espanha: 1500
  • Alemanha: 1281
  • Estados Unidos da América: 755
  • Japão:  530 
  • Suazilândia: 374

Passagens aéreas

Desde janeiro que voos para China foram cancelados. Agora em março, as companhias aéreas também cancelaram seus voos para a Itália. Quando a própria companhia aérea cancela o voo, cabe ao consumidor decidir remarcar a viagem ou receber integralmente o valor pago pelo bilhete.

Em relação aos outros destinos, não está prevista na resolução da Agência Nacional de Aviação (Anac), cancelamento por questões de saúde pública. Ou seja, se a companhia aérea não cancelar o voo, você está sujeito às tarifas para mudança da data do bilhete ou cancelamento. 

Contudo, por se tratar de uma situação atípica, demanda compreensão e análises dos casos por parte das companhias aéreas. Nesse caso vale a pena tentar negociar com as empresas que não podem se negar de oferecer ajuda ao consumidor.

Entretanto, os fornecedores não tem culpa sobre o problema que atinge escala mundial. De um lado está o consumidor que não pode colocar sua saúde em risco, de outro as empresas que não querem sair no prejuízo.

A recomendação do chefe de Gabinete do PROCON SP, Guilherme Farid, é que o consumidor, que tem viagem marcada para países de risco, procurem os fornecedores. O ideal é que você entre em contato com o seu agente de viagem e se informe sobre os valores para remarcação e cancelamento.

A Viajar Mais está de olho nas novidades do mundo do turismo e das mudanças por conta do Coronavírus. Fique de olho no nosso blog para se atualizar sobre como proceder em suas próximas viagens.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *