Irlanda aumenta o salário mínimo

By in
Irlanda aumenta o salário mínimo

Ano novo, novas metas, uma lista de desejos para 2021, porque não começar essa nova década ganhando melhor? Essa é a realidade de quem recebe o salário mínimo na Irlanda.

Como acontece quase todos os anos, em janeiro, o salário mínimo irlandês passou por um reajuste de 10 centavos de euro por hora trabalhada. Diferente do Brasil, o pagamento na Ilha Esmeralda é feito por hora, o salário que era 10,10 passou para 10,20 euros por hora.

A medida, prevista no orçamento anual, beneficiou 120 mil trabalhadores que têm o contrato de trabalho definido pelo valor mínimo da hora trabalhada. O aumento em 2021 é menor que nos anos anteriores, em 2020 a diferença foi de 30 centavos de euro.

Segundo informações e estatísticas da União Europeia, a Irlanda está em segundo lugar entre os países que pagam o maior salário mínimo da Europa, atrás somente de Luxemburgo.

Intercâmbio na Irlanda: O Guia sobre tudo o que você sempre quis saber.

O que muda para o intercambista?

O estudante brasileiro que decidir realizar um intercâmbio na Irlanda, tem a permissão para trabalhar 20 horas semanais. O visto de trabalho é de grande auxílio para os estudantes que fecham um pacote de seis meses de curso de inglês, e conseguem custear parte dos gastos mensais com seu próprio ganho.

Trabalhando 20 horas semanais, cerca de 80 horas mensais, o estudante irá receber um salário mínimo de 816 euros por mês. 

Custo de vida 

Os gastos mensais dependem muito do estilo de vida de cada intercambista. Os valores podem variar de acordo com a moradia (quarto compartilhado ou individual; localização); os gastos com entretenimento, comidas e viagens. Contudo, trabalhar 20 horas semanais irá suprir as suas necessidades básicas durante o intercâmbio.

Comprovação de renda 

Vale lembrar, que a imigração da Irlanda exige do estudante brasileiro a comprovação de renda de três mil euros para vistos de oito meses (seis meses de curso de inglês e dois meses de férias).

O comprovante de que você tem condições de se bancar no país deve ser apresentado no dia agendado para solicitação do visto. A imigração exige um extrato bancário que comprove essa quantia. 

Existem três formas de comprovar a renda: 

VTM –  O Visa Travel Money é uma maneira segura de levar o seu dinheiro para Europa, porém, tem a desvantagem das altas taxas cobradas. Caso escolha levar o seu dinheiro de forma segura, deve solicitar o VTM quando ainda estiver no Brasil, no banco onde é cliente.

Postal Order– Se você optar por não pagar taxas, pode levar o seu dinheiro e ao chegar na Irlanda depositá-lo no Post Office (os Correios irlandeses). Para isso, basta solicitar o Postal Order, um procedimento simples e rápido que é feito por meio do depósito do dinheiro, mediante apresentação do passaporte. O intercambista que fechar o pacote de intercâmbio com a Viajar Mais terá todo o suporte para realizar os passos necessários.

Bancos online e europeus – O Banco N26 é um banco online, que fornece cartão e extrato para a comprovação de renda. Você pode enviar o seu dinheiro para a conta do N26 usando o aplicativo TransferWise. Porém, para abrir uma conta no banco N26, é preciso ter um endereço na Europa.

Atualmente o TransferWise também oferece esse serviço e você não precisa de ter um endereço no exterior, basta baixar o aplicativo, fazer o cadastro e, após aprovado, solicitar o cartão VTM.

Para entender melhor como funciona essa comprovação de renda e o passo a passo para tirar o visto de estudo e trabalho na Irlanda, acesse esse artigo que preparamos com todos os detalhes. 

Quer saber mais sobre os preços de intercâmbio na Irlanda, peça um orçamento online. Com certeza, a Agência Viajar Mais tem um pacote ideal para você!

Acesse a nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as promoções e dicas sobre diversos destinos!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *