Intercâmbio na Irlanda e Eurotrip de mãos dadas

By in ,
Intercâmbio na Irlanda e Eurotrip de mãos dadas

Existe uma lenda em torno de como os intercambistas conseguem viajar tanto, durante o período que estão estudando. Intercâmbio e viagem não é nenhum bicho de sete cabeças. Hoje, você vai entender o que os estudantes fazem para conciliar o Intercâmbio na Irlanda com uma rotina de viagens a diferentes países da Europa, África e Ásia.

Se você é daquelas pessoas que ao rolar a timeline das redes sociais fica intrigado ao ver seus contatos viajando tanto, então esse texto é para você! Muitas pessoas se perguntam como é possível conciliar Intercâmbio e viagem, conhecer diferentes cidades e registrar os momentos mais lindos que essa experiência pode proporcionar.

Acredite, é mais simples do que parece. Embora a vida de viajante e de quem mora no exterior seja sinônimo de glamour e sucesso para muitos que continuam no Brasil, saiba que  não é preciso muito dinheiro para realizar o sonho de colecionar carimbos no passaporte.

O que facilita os intercambistas europeus a viajar são diversos fatores – entre eles a permissão de trabalho, como é o caso da Irlanda. O estudante que compra um curso de inglês com 25 semanas, tem direito a trabalhar 20 horas semanais e até 40 horas semanais em alguns períodos específicos do ano.

Ganhando em euro, e contanto com as amadas empresas low costs, fica mais fácil viver a vida como um europeu, aproveitando cada cantinho que o velho continente tem para nos oferecer. Nesse artigo você, finalmente, saberá como é possível conhecer todos aqueles destinos que sempre sonhou.

Geografia

O primeiro fator importante é a localização geográfica. A Europa é formada por diversos pequenos países, o que facilita a locomoção de forma rápida e econômica. Além disso, o Norte da África faz fronteira com diversos países europeus. O mesmo acontece com o leste europeu que divide sua fronteira com a Ásia.

Devido a proximidade territorial, existem pequenas empresas especializadas em viagens para o Marrocos, por exemplo. Com 150 euros você compra um pacote de de cinco dias de viagem (sem passagem aérea), com direito a hospedagem, guia turístico, principais refeições e alguns passeios, como acampar no Deserto do Saara e andar de camelo.

Moeda

O Tratado de Schengen, com implementação efetiva no ano de 1995, tem como princípio a livre circulação de cidadão europeus entre os países signatários ao Tratado.

A República da Irlanda, apesar de não fazer parte da Aliança, possui acordo com a União Europeia que retira a necessidade do visto aos irlandês. Em 2012, o Brasil assinou um acordo parecido – os Brasileiros que visitam os países do Espaço Schengen podem permanecer por até 3 meses.

Cidadãos estrangeiros que ingressam como turistas ou que obtenham um visto de longo prazo para qualquer um dos países membros podem circular livremente no interior do espaço.

Ter o visto de estudante Irlandês, por exemplo, facilita ainda mais o seu trânsito e agiliza na hora de entrar e sair de outros país. O mesmo acontece com a moeda, uma vez que o Euro é a moeda comum em 19 dos países da União Europeia.

Outra vantagem, é viajar para os países do leste europeu, que possuem moedas desvalorizadas em relação ao euro, como a Polônia, Romênia, Croácia, Bulgária entre outros. Dessa forma, você consegue conhecer lugares incríveis gastando pouco.

Low Cost

As empresas aéreas com baixo custo existem em todo mundo, mas sem dúvida a Europa é o local com o maior número de companhias Low Cost. É possível viajar barato para os principais destinos europeus, uma vez que essas companhias vendem passagens de baixo custo facilitando a vida do viajante.

Além disso, essas empresas aéreas costumam fazer promoções ao longo do ano, sendo possível comprar trecho de viagem por 9,90 euros ou até menos.

Hostel

Você já deve ter ouvido falar dos Hostels (Albergues), eles são famosos em todo o mundo e oferece hospedagem  preços baixos. Além dos preços convidativos, esse tipo de acomodação possibilita a socialização com pessoas das mais variadas culturas.

Quem escolhe essa opção durante as viagens, pode alugar uma cama ou beliche em quartos compartilhados. O motivo do Hostel ser mais barato é exatamente esse, compartilhar espaços como quartos, banheiros e lavanderia. Porém, o viajante não é obrigado a usar tudo em comunidade, a maioria dos albergues oferecem quartos privativos para quem quer mais privacidade.

Airbnb

Outra opção de acomodação barata é o Airbnb. Conhecido dos viajantes de plantão, o site oferece acomodações em todo mundo, podendo alugar um quarto para os dias de viagem ou até mesmo a casa toda. Uma ótima opção para quem gosta de fazer as refeições em casa, pois a maioria das locações oferecem para seus hóspedes uma cozinha equipada.

Mesmo se você é do tipo que gosta de conhecer as comidas típicas de cada país e passa o dia na rua só voltando para casa no final do dia, vale a pena ir no mercado mais próximo e comprar alguns quitutes para o café da manhã.

Como conciliar estudos, trabalho e viagens?

Então, citamos alguns motivos que fazem os intercambistas viajarem tanto. Mas você deve estar se perguntando: Como o estudante consegue conciliar estudo, trabalho e viagens? Na Irlanda ,por exemplo, a cada três meses trabalhados, o funcionário tem direito a uma semana de férias.

Você não precisa esperar completar um ano de empresa para tirar a tão sonhada férias. Outra vantagem é que os feriados caem sempre na segunda-feira, se você se programar, consegue fazer uma viagem curta quase todo mês.

Agora que você já sabe que conhecer os destinos dos cartões postais é algo possível, que tal começar a planejar o seu Intercâmbio na Irlanda? Não sabe pode onde começar? Então deixe a Agência Viajar Mais te ajudar! Clique aqui e peça um orçamento hoje mesmo.

Você também sonha em fazer um intercâmbio? Deixe sua mensagem e fale com um dos nossos especialistas

[gravityform id="4" title="true" description="false" ajax="true"]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *