Intercâmbio na Espanha - [GUIA Completo] Tudo o que você precisa saber para se preparar!

By in ,
Intercâmbio na Espanha - [GUIA Completo] Tudo o que você precisa saber para se preparar!

Espanha está entre os destinos preferidos dos intercambistas brasileiros

A facilidade para aprender Espanhol, as belas praias e o custo de vida relativamente baixo, comparado a outras cidades da Europa, são os principais motivos que levam os brasileiros até a Espanha. Estudar na Espanha é quase que sinônimo de férias prolongadas!

O Intercâmbio na Espanha é uma ótima opção para quem já sabe inglês ou tem pouco tempo para aprender um segundo idioma. Isso, porque aprender espanhol é mais rápido, para nós brasileiros, devido a semelhança com o português.

É comum também, intercambistas de outros países, como a Irlanda, por exemplo, terminar o curso de inglês e antes de voltar para o Brasil se aventurar em terras espanholas. Afinal, aprender dois idiomas é melhor que um e conta muito para o currículo.

Além da proximidade da língua e do velho “jeitinho brasileiro” de falar “portunhol”,  a alegria dos espanhóis e a hospitalidade faz com que os brasileiros se sintam em casa. O jeito latino do Espanhol, a receptividade e a disposição são contagiantes. Não é atoa que europeus de outros países amam passar o verão nas praias paradisíacas da Espanha.

O clima com dias quentes, as cidades litorâneas e até a grande capital Madri, com estilo de vida parecido com a do paulistano, tudo isso conta muito na hora de escolher a Espanha como destino para um intercâmbio. Afinal, somos todos latinos.

estadio-de-futebol-espanha

Futebol, Artes e Viagens

A Espanha tem dois dos maiores clubes de futebol do mundo: Real Madri e Barcelona. Estudar espanhol pode também ser sinônimo de realizar sonhos quando o assunto é gostar de futebol. Os estádios recebem visitantes diariamente e é possível conhecer toda a estrutura do campo e dos vestiários.

Mas, se você não é fã de futebol, não se preocupe. Há muita cultura, arte, entretenimento e locais deslumbrantes para visitar. Independe da cidade que você escolher para morar, pode aproveitar os finais de semana ou o feriado prolongado para conhecer outras cidades da Espanha ou até países como Portugal e França, que fazem divisa com a Espanha.

Na Espanha existe o trem de alta velocidade que te leva de forma rápida e acessível a diferentes localidades dentro do país. Mas, se você deseja conhecer outros países, na Europa existem várias companhias aéreas Low-cost (baixo custo) que permitem que o seu sonho de eurotrip se torne realidade.

Mas, e a crise na Espanha? A Espanha continua sendo um bom destino?

Durante dez anos a Espanha se viu afundada em uma crise que atingiu o principal setor no país: o trabalho.  A crise espanhola impactou a economia do país, o índice de desemprego foi alarmante, várias empresas quebraram e muitos estrangeiros voltaram ao seu país de origem.

A Espanha ainda se encontra em recessão econômica, mas diferente dos últimos anos, o país tem retomado o crescimento desde 2017 e dados estatísticos comprovam que a Espanha apresenta números econômicos positivos, o que não acontecia desde 2008.

O turismo é um dos responsáveis por esse crescimento. Todo ano, turistas do mundo todo deixam milhões de Euros na Espanha, movimentando a economia de diversas cidades no país.

É um erro afirmar que a crise acabou, já que muito ainda precisa ser feito, porém, a esperança de dias melhores é fato consumado quando analisamos os números e as estatísticas.

Quanto custa um intercâmbio na Espanha?


Curso com duração de três meses em Madri custa em torno de 1.500 Euros. Mas, se você deseja estudar seis meses na Espanha o preço do curso chega a 2 mil Euros. No pacote estão inclusos os seguintes serviços:

    • 12 ou 25 semanas de curso (dependendo do pacote que escolher)
    • Material
    • 1 semana de acomodação
    • Transfer

Se você tem interesse em saber mais detalhes sobre intercâmbio em Madri ou deseja saber os valores para cursos em outras cidades da Espanha, entre em contato hoje mesmo com a Agência Viajar Mais e peça um orçamento.

Posso trabalhar enquanto aprendo Espanhol?

O visto de estudante permite que o intercambista trabalhe durante os estudos, desde que a duração do curso seja de seis meses. Nesse caso é permitido trabalhar até 20 horas por semana, pois, o estudo deve ser compatível com a carga horária de trabalho.

Custo de vida na Espanha

O custo de vida na Espanha vai variar muito de cidade para cidade. Como em qualquer lugar do mundo, quanto maior a cidade, maiores os gastos com moradia, transporte e alimentação. Porém, as chances de encontrar um emprego são proporcionais.

Madri e Barcelona são as maiores cidades da Espanha e também onde se encontram as melhores oportunidade de emprego. Se a sua ideia é se estabelecer no país e após aprender a língua  buscar uma oportunidade de emprego na sua área de atuação no Brasil, com certeza esses dois destinos irão lhe oferecer mais oportunidades.

Esteja preparado para enfrentar a busca por uma moradia e se planeje financeiramente para isso. Agora se você quer passar alguns meses na Espanha, apenas para aprender o idioma e vivenciar a cultura, existem inúmeras cidades menores com um custo de vida baixo e lugares incríveis.

Morar fora do circuito das grandes  cidades é uma excelente oportunidade para vivenciar a cultura com os moradores locais, saber como o espanhol vive o seu dia a dia e transformar o seu intercâmbio em férias, já que as cidades mais procuradas pelos intercambistas são as cidades à beira mar.

Veja o custo de vida nas principais cidades da Espanha:

Madrid
Apartamento (um quarto): 700 €
Contas (água, luz, aquecimento e coleta de lixo): entre 150 €
Mercado: entre 100 €
Transporte: 54 €

Barcelona
Apartamento (um quarto): 650 €
Contas (água, luz, aquecimento e coleta de lixo): entre 150 €
Mercado: entre 100 €
Transporte: 52 €

Sevilha
Apartamento (um quarto): 500 €
Contas (água, luz, aquecimento e coleta de lixo): 120 €
Mercado: 160 €
Transporte: 35 €

Valência
Apartamento (um quarto): 400 €
Contas (água, luz, aquecimento e coleta de lixo): entre 100 €
Mercado: 100 €
Transporte: 42 €

Salamanca
Apartamento (um quarto): 300 €
Contas (água, luz, aquecimento e coleta de lixo): entre 150 €
Mercado: entre 100 €
Transporte: 22 €

Cidades mais procuradas da Espanha pelos intercambistas

A Espanha está entre os sete maiores países da Europa, por isso, quem decidir estudar na Espanha terá uma lista de cidades para escolher qual será o seu destino.

Madri

A Capital está localizada no coração da Espanha e oferece temperaturas agradáveis durante o outono e primavera. Contudo, a temperatura atinge valores extremos no verão e no inverno. Madri é um ótimo destino para quem é amante das artes. Lá se encontram três grandes museus onde está a maior concentração de pinturas de toda a Europa.

Apesar de ser um dos principais polos financeiros da Europa, a capital espanhola preserva seu patrimônio cultural e suas qualidades históricas. A cidade conta com mais de 3 milhões de habitante e oferece uma rede de transporte público completa, possibilitando a rápida circulação.

Barcelona

É possível encontrar céu azul e dias de sol ao longo do ano em Barcelona. Para quem é amante de praia, os dias quentes de verão são um atrativo a parte. A cidade oferece lindas praias, uma diversidade gastronômica, lazer e turismo, badalação e as incríveis obras do arquiteto Antoni Gaudí.

Tem diversão e entretenimento para todos os gostos, principalmente quem curte altas temperaturas no verão. Além do Espanhol, em Barcelona se fala Catalão, o dialeto local. Para quem pretende arrumar empregos na área de atuação no Brasil, pode encontrar pela frente a exigência desse idioma.

Valencia

Valencia é a terceira maior cidade da Espanha, com um pouco mais de 700 mil habitantes, a cidade tem altas temperaturas no verão, ótimo para aproveitar as praias valencianas e um inverno com temperaturas em torno de dez graus.

É uma cidade muito antiga, fundada em 138 a.C (antes de Cristo) e a economia de alimenta do turismo, mas  também já foi conhecida como cidade industrial, na década de 90. Os amantes das artes também ficaram satisfeitos morando em Valencia, uma vez que a cidade abriga mais de dez museus com diferentes temas.

Salamanca

Localizada a pouco mais de 200 quilômetros de Madri, Salamanca é uma cidade charmosa e contempla diversas culturas em um mesmo lugar. A Universidade de Salamanca, fundada em 1218 é a quarta mais antiga da Europa e conta com mais de 6 mil estudantes novos a cada ano.

Além de ser considerada uma cidade universitária, Salamanca também tem uma vida noturna agitada. A cidade tem mais de 2 mil discotecas e bares com todos os estilos de músicas e tribos. Além disso, um passeio por Salamanca é como visitar um museu a céu aberto, já que a cidade foi nomeada Cidade Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 2002.

Málaga

Málaga fica ao Sul da Espanha, muito importante por sua beleza, praias fantásticas e ótimos restaurantes. A cidade foi fundada por volta de 800 a.C e, atualmente, é a sexta maior cidade da Espanha. Málaga atrai muitos viajantes por conta de suas praias e é considerada umas das cidades turísticas mais importantes da Europa.

Cidade natal de Pablo Picasso e de Antonio Banderas, Málaga tem um custo de vida baixo e seus moradores transbordam simpatia. Por ser esse ambiente acolhedor, a cidade tem ganhado cada vez mais o coração dos brasileiros.

Sevilha

Com um patrimônio histórico, cultural e artístico rico, Sevilha não deixa nada a desejar quando o assunto é modernidade. Com 300 dias de sol por ano, as temperaturas no verão chegam a 40 graus, mas os moradores costumam se refrescam do intenso calor nas fontes e nos pátios com uma cerveja sevilhana gelada.

A cidade pertenceu aos povos árabes por quase 800 anos,  por isso, possível observar a influência do domínio muçulmano em cada canto da cidade, por meio da arquitetura e da história. A Catedral de Sevilha é a maior basílica católica da Espanha e a segunda do mundo, perdendo apenas para a Basílica de São Pedro, em Roma.

Alicante

A culinária espanhola é conhecida em todo mundo por seus maravilhosos pratos, não seria diferente em Alicante. Em cada canto da cidade é possível desfrutar de pratos deliciosos. Reza a lenda que a tradicional tapas foi criada na cidade para acompanhar os vinhos produzidos na região.

Alicante também tem influência muçulmana na sua arquitetura, o centro da cidade respira história e cultura. A vida  noturna de Alicante é agitada para os intercambistas, com diversos bares, restaurantes e cafés à beira mar. No verão é possível curtir o tradicional Festival Internacional de Jazz.

Culinária Espanhola

A culinária Espanhola está entre as melhores do mundo para o paladar brasileiro. É difícil pensar na Espanha e não associar o país com a boa culinária local e os pratos típicos como a Paella.

Conheça alguns pratos típicos da Espanha

Paella

Prato autêntico da culinária espanhola, a Paella tem como ingredientes básicos : arroz e frutos do mar. Além de legumes, também é essencial um bom azeite para dar o toque final no prato que é o mais tradicional do país.

Gazpacho

Gazpacho é uma sopa fria  popular no sul da Espanha, preparada com alho, pepino, pimentões e tomate.

Tapas

Tapas são os tradicionais petiscos de bar na Espanha. Elas são feitas com pequenos croquetes ou batatinhas enfeitadas com presunto cru, queijos, molho de mel, anchovas e uma variedade de outros alimentos.

Pisto

Outro prato típico espanhol é o Pisto, elaborado com diversos legumes fritos, acompanhados de um ovo frito para dar um toque especial. Os ingredientes variam de acordo com a época do ano.

Tortilla de Patata

A Tortilla de Patata é, essencialmente, feita com ovos e batata. Ela lembra um omelete, mas é preparada de forma diferente. A batata é cozida lentamente no azeite, depois são adicionados ingredientes como champignon, pimenta e linguiça.

Afinal, o que  é a Catalunha?

Catalunha é uma comunidade autônoma da Espanha e seu território é composto por quatro províncias: entre elas, Barcelona. Além do Espanhol, a língua oficial da região é o catalão.

Em 2017 houve um referendo na região para que os seus habitantes pudessem opinar sobre a possível independência. Apesar de mais de 90 % da população local ter votado “sim” para a independência, um ano após o referendo, a Catalunha continua pertencendo à Espanha.

Decidi estudar na Espanha, qual o próximo passo?

Se você já tomou a decisão de Estudar na  Espanha, pois acredita que irá fazer diferença no seu currículo, agora é a hora de tomar os primeiros passos para esse sonho acontecer.

Primeiro, procure uma agência séria que irá te auxiliar em todo o processo do intercâmbio.

Caso queira saber mais sobre o processo de visto para estudar na Espanha, entre em contato com a Agência Viajar Mais e tire todas as suas dúvidas, hoje mesmo!

Após fechar um pacote de intercâmbio com uma agência com experiência no mercado, é hora de providenciar o passaporte, comprar as passagens e tirar o visto espanhol.

Passaporte:

Ter o passaporte em mãos é uma das primeiras medidas a se tomar quando decidimos realizar um intercâmbio na Europa. Para isso, você deve ir até o site da Polícia Federal e preencher Formulário de Solicitação do Passaporte. Após o preenchimento online, será emitida um boleto bancário no valor de R$ 257,25, a Guia de Recolhimento da União (GRU).

Após a GRU estar paga e compensada (pode levar até 48hrs), volte para a tela inicial do site da Polícia Federal e escolha a opção “Agendar Atendimento”. Depois é só comparecer na data e local marcado, com os seguintes documentos:

  • Identidade
  • CPF
  • Título de Eleitor e comprovante da última eleição (dois turnos, se houver)
  • quitação do serviço militar (para homens de até 45 anos)
  • Comprovante bancário do pagamento da GRU

Visto

O visto de estudante é expedindo em um dos consulados Gerais da Espanha no Brasil. Procure saber qual consulado tem jurisdição no seu estado, organize os documentos e vá até o consulado da sua jurisdição.

Fique atento a lista de documentos exigidos,  isso pode variar de consulado para consulado. O visto deve ser solicitado com até três meses de antecedência.

Passagem aérea

Você pode solicitar a passagem aérea na mesma agência onde irá adquirir o pacote de intercâmbio. O preço das passagens podem variar de acordo com a época do ano.

O ideal é comprar com antecedência e embarcar durante a semana, de preferência as terças-feiras. Essas dicas fazem com que a passagem fique mais barata.

Essas e outras dicas você pode verificar em nosso blog!

Gostou? Compartilhe essa dica nas suas redes sociais!

Você também sonha em fazer um intercâmbio? Deixe sua mensagem e fale com um dos nossos especialistas!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *