Faculdade em Portugal: descubra o que precisa fazer para estudar na Europa

By in ,
Faculdade em Portugal: descubra o que precisa fazer para estudar na Europa

Estudar em uma faculdade em Portugal é um diferencial para qualquer currículo. Além de ser certificado por uma instituição de ensino reconhecida no mundo todo, o estudante irá se destacar no mercado de trabalho devido sua vivência no exterior.

A qualidade de vida e de ensino, bem como o baixo custo de vida e as facilidades de viajar pela Europa estão entre os fatores que atraem cada vez mais os brasileiros para à terra de Vasco da Gama.

Entretanto, nem sempre esse sonho é possível devido às horas de dedicação aos estudos e o investimento em euros. 

Por outro lado, quem tem planos de estudar em Portugal, mas não pode arcar com todos os custos do investimento, vale tentar uma bolsa de estudo para conseguir vivenciar essa experiência.

Primeiros passos para fazer faculdade em Portugal

Primeiramente, é preciso escolher o curso e a universidade e ficar atento ao calendário acadêmico para não perder a inscrição.  Embora, as faculdades possuam diferentes datas para o processo de seleção, a maioria das oportunidades são abertas a partir de março e devem ser concluídas até agosto, já que as aulas iniciam em setembro.

Todavia, não é aconselhável deixar o processo para última hora, além de tempo hábil para burocracias com visto, compra de passagem aérea e mudança, os primeiros matriculados recebem desconto de 10%.

Nota do Enem

São mais de 40 universidades portuguesas que aceitam a nota do Enem no processo seletivo para concorrer a uma vaga nos diversos cursos de graduação que o país oferece.

Um convênio entre o INEP (Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais) e as instituições de ensino português, permite que estudantes brasileiros usem as notas do Enem para estudarem em Portugal.

Sem a necessidade de participar do vestibular português, o estudante com desempenho maior que 500 pontos poderá estudar em Portugal. A regra vale para qualquer curso, com exceção das faculdades de medicina que aplicam provas específicas.

A duração dos cursos de graduação na Europa duram de 3 a 5 anos. Vale lembrar que devido à pandemia da Covid-19, o Enem 2020 será realizado em janeiro e fevereiro de 2021. 

A princípio a nova data do Exame Nacional não irá interferir nos planos de quem deseja ingressar em uma universidade portuguesa em 2021, já que o ano letivo na Europa se inicia em setembro.

Faculdade

Não existe um sistema único de candidatura para estudar em portugal. O estudante precisa consultar o edital de cada faculdade e seguir as exigências solicitadas de acordo com a instituição e curso desejado.

Para ingressar em uma das universidades portuguesas, o candidato precisa apresentar bons resultados no Enem e se candidatar direto no site da faculdade. Além do preenchimento de um formulário, é preciso anexar os comprovantes escolares e pessoais do candidato.

Apesar de se tratar de um país de língua portuguesa, eliminando a necessidade de tradução juramentada, ao realizar a matrícula o aluno deve apresentar a autenticação dos documentos por meio da Apostila de Haia.

Pós-graduação 

O processo para cursos de especialização, pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado seguem regras diferentes das universidades brasileiras. Além da diferença de calendário, as candidaturas seguem datas e exigências de documentação de acordo com as regras de cada faculdade.

Sendo assim, todo envio de documentação e solicitação é feito direto no site da instituição. Basicamente, é preciso preencher um formulário com dados pessoais e anexar documentos como: passaporte, certificados e histórico de notas. 

A fim de comprovar que o candidato está apto para ingressar na instituição, as universidades solicitam também um currículo nos padrões europeus. Do mesmo modo, o estudante deve desenvolver uma carta de motivação contando a trajetória profissional e acadêmica. 

Os recrutadores levam em consideração o bom desempenho do estudante, assim como seus desafios e experiências mencionados na carta de motivação.

São diversas modalidades de bolsas de estudos oferecidas tanto por Portugal quanto pelo Brasil. Assim, o aluno deve fazer uma pesquisa individual e consultar o site da universidade selecionada.

Visto de Estudante em Portugal

Estrangeiros que querem estudar por um período maior que 12 meses, precisam de visto para permanecer legalmente no país. Primeiramente, o procedimento para residência é feito pelo site do Centro de Solicitação de Visto de Portugal. 

Nesta etapa, o interessado irá preencher um formulário, anexar uma declaração que comprove que o estudante foi aprovado em uma instituição portuguesa, bem como ter condições legais de viajar e se manter no país.

Após análise dos documentos e entrevista, se aprovado o brasileiro será autorizado estudar em Portugal. Entretanto, a autorização de residência tem validade de 4 meses, permitindo a entrada do titular no país. 

Logo depois de chegar em Portugal, o  processo precisa ser validado junto ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) só então o Visto de Estudante será emitido. Para isso, é preciso agendar um horário no site do SEF e comparecer no dia e horário marcado com a documentação solicitada.

Dessa forma, o solicitante irá receber um visto de residência que deve ser renovado anualmente até o final do curso.

Documentação para solicitar o visto

  • Carta de aceitação emitida pela instituição de ensino portuguesa ou matrícula;
  • Comprovação de renda, que pode ser bolsa de estudo, termo do responsável financeiro ou Declaração de Imposto de Renda.
  • PB4 ou seguro médico
  • Seguro viagem
  • Comprovante de acomodação ou alojamento, ou carta-convite 
  • Atestado de antecedentes criminais
  • Passaporte válido com prazo de mais de 1 ano
  • Autorização para consulta do registro criminal português
  • Cédula de Identidade
  • Comprovante de matrícula e das mensalidades

Posso trabalhar em Portugal?

Se manter durante os estudos é uma grande preocupação de quem faz intercâmbio de longa duração. Saiba que estudantes de curso superior em Portugal tem a permissão para trabalhar legalmente durante o período de visto.

De acordo com a nova Lei da Migração Portuguesa, o estrangeiro com visto de estudante não precisa requerer uma permissão específica para trabalhar. Logo depois de conseguir o trabalho é preciso avisar o SEF para que os dados do estrangeiro sejam atualizados. 

Validação do Diploma

Por se tratar de um certificado estrangeiro, o profissional recém formado vai precisar validar o documento no Brasil, que de acordo com o Inep “está sujeito à legislação brasileira aplicável à matéria”.

O processo para se tornar um estudante em Portugal é burocrático, todavia irá trazer grande diferencial para sua carreira, além de toda transformação pessoal que morar em outro país pode proporcionar.

Se você faz parte do grupo de brasileiros que sonham em estudar em Portugal, conte com a Assessoria da Agência Viajar Mais, fale com nossos consultores.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *